Medo – by: Pr. Paulo Junior

No amor não existe medo, antes o perfeito amor lança fora todo medo. (1João 4:18)

Abordaremos hoje um tema muito importante e presente na vida de todas as pessoas, um sentimento de inquietação ante um perigo iminente: o medo.
Quantas pessoas não estão sendo dominadas por esse terrível sentimento? O medo em todos os seus sentidos: insegurança, agonia, desespero, receio, inquietação, fobia? Fazendo com que até mesmo nós, cristãos, vivamos atormentados por tais sentimentos? Medo esse resultado de um mundo corrupto, caído, violento, hostil e perverso.

As pessoas andam amedrontadas e o medo as acompanha por todas as partes: na escola, no trabalho, no trânsito, enfim, em toda sociedade lá está o medo: em casa, no quarto, nos passeios, está nos homens e em todo lugar. Medo. Nós temos medo, nós estamos com medo!

Agora mesmo – enquanto você lê essa mensagem – não percebe um sentimento de aperto no coração, que desafia seu poder de compreensão? Quem não teria medo vivendo numa Terra tão sombria e doente, cercada de cidadãos que se dizem seres humanos, mas que são capazes de atos semelhantes aos dos animais selvagens? Juntamente com eles, há ainda hostes malignas lideradas pelo inferno. É disso está repleta nossa Terra. Fora isso, ainda há outro medo: o medo da morte, o medo da prestação de contas perante o grande Juiz de toda Terra, o medo do julgamento final e o medo de ser condenado ao inferno. Como isso apavora muitos cristãos sinceros: a dúvida quanto a salvação, quanto ao perdão de Deus.

Você que lê poderia dizer: quanta coisa, hein?! Mas são exatamente esses os sentimentos da maioria das pessoas desse século!

Contudo, o texto acima, retirado da primeira carta de João nos mostra como aniquilarmos o medo, vencê-lo, dominá-lo: através do amor, ao ponto do apóstolo dizer: no amor não existe medo! Ele está se referindo ao amor de Deus por nós, que é tão grande, tão perfeito, que inibe, restringe, o medo, neutraliza e o impede de nos dominar! E caso ele já esteja instalado, ele é lançado fora através do amor de Deus!

E isso ocorre quanto eu sou aperfeiçoado no seu amor, quando cresço no conhecimento desse amor. Isso é feito através de uma íntima, contínua e densa comunhão com Ele. Assim torno-me participante da Sua natureza, cresço a Sua imagem e compreendo a largura e a profundidade desse amor por mim. Consigo entender o que Ele fez, faz e ainda fará por mim. Concebo em meu coração que sou Seu filho, que já fui resgatado da maldição, fui perdoado das minhas ofensas… e que por mim – pecador tão frágil, sensível e pequeno – foi feito algo colossal e incalculável: a entrega de Jesus por minha vida!

Nisso posso ver quão grande amor Ele tem por mim, demonstrado dessa ardente forma, veja isso na declaração de Paulo: “Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com Ele todas as coisas? (Rm 8.32)

Você consegue entender? Quando se compreende esse amor pelo caminhar contínuo com Deus, isso vai mais e mais sendo aperfeiçoado, e o que acontece? É produzida confiança, segurança, paz, coragem, então todo medo não pode resistir e é lançado fora!

Passo a confiar Nele, saber que Ele me ama e que Ele me protege, que está sempre comigo – mesmo que não note ou perceba – ainda que seja um pobre pecador, confio nas suas promessas, pois como disse Paulo: Alguém que nem ao seu Filho poupou, depois de me salvar vai me abandonar? É obvio que não! Essa confiança – que nasce do amor de Deus – aniquila todo medo.

Querido, aperfeiçoe esse amor, crescendo no conhecimento de Deus e na comunhão diária com Ele. Então esse amor será derramado sobre você, você se sentirá amado por Deus, e sua confiança Nele vai aumentar grandemente, te deixando seguro, pois se Ele é por você – e Ele é – quem será contra você? (Rm 8.31). “Aquele que tocar a vós toca na menina dos meus olhos” (Zc 2.8). Como posso ter medo diante de tão grandes promessas? Não deixe mais o medo te dominar, pois Deus realmente te ama!

E quanto ao julgamento final e o inferno? Creia que você já foi perdoado, mesmo das piores ofensas e que todas foram e continuam sendo apagadas pelo sangue de Jesus.

Realmente você mereceria a condenação por seus crimes – e isso traz medo – mas quem senão Deus poderia criar a maravilhosa graça – que nos revela tanto amor – dizendo que: “a sua garantia de salvação não está em você, ou em nenhum dos seus movimentos, mas no Meu amor, te recebendo porque Eu quis te receber. E todo esforço para essa salvação está concentrado no Meu Filho, por isso descanse no dia do juízo, pois o Juiz está do seu lado, e você já foi absolvido!”

Por isso o “apóstolo do amor” disse: “No amor não existe medo, antes o perfeito amor lança fora todo medo”. 1Jo 4.18

Defesa do Evangelho | Aliança do Calvário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s