Mark Driscoll – Cristãos Nunca Devem Usar Palavras Duras?

Com os lobos, você atira; com as ovelhas, você chora. É assim que funciona. Deixem-me dar a vocês um exemplo de Jesus. O meu ponto aqui é que muitos de nós se tornaram mundanos. Ser “mundano” não é apenas dizer certas palavras. Ser “mundano” muitas vezes significa que você não tem coragem, não fala a verdade. Mundanismo é dizer: “Bem, se alguém foi ofendido, nós devemos pedir desculpas”. Talvez eles devessem ter sido ofendidos! Nós adoramos um cara que foi assassinado! A cruz é uma ofensa! E, se ela não é proclamada de maneira ofensiva algumas vezes, então nós podemos ser falsos mestres.
Isto é o que Mateus 23 registra de Jesus. Apenas ouçam isto! E ponham: “batistas”, “episcopais”, “presbiterianos”, “reformados”, “calvinistas”, “evangélicos”…
Nós estamos tão acostumamos a ouvir Jesus derrubar os fariseus, que dizemos: “Isso! Pega eles, Jesus!” Cada um de nós, em vários graus, é um fariseu. Somos hipócritas religiosos, convencidos de nossa própria justiça por causa daquilo que fazemos e daquilo que não fazemos, em vez do que Jesus fez por nós. E, toda vez que lemos um verso sobre os fariseus, precisamos saber que eles eram os “caras da Bíblia”, Eles eram os defensores da Interpretação Literal e da Inerrância, os homens sérios, devotados, corajosos, bíblicos, aqueles que perpetuaram as Escrituras. E muitos de vocês já foram culpados da mesma coisa, e adoram quando Jesus bate nos fariseus, e não entendem que vocês estão no time deles! Alguns de vocês enforcariam Jesus por beber, e por andar com gente que não tem a sua qualificação social.
Quando nós lermos estes versos, ponha você mesmo, sua igreja, seu time teológico, sua denominação, na posição dos fariseus, e você entenderá por que eles responderam tão vigorosamente.
Mateus 23.13: “Ai de vós, escribas e fariseus, HIPÓCRITAS…”
Essa é uma palavra grande!
“…porque fechais o reino dos céus diante dos homens…”
Vocês estão tão preocupados em falar das pessoas contra quem vocês são, das coisas contra as quais vocês são, que esquecem de conduzir pessoas a Jesus. Vocês não fazem a obra de um evangelista, vocês estão fazendo a obra de um terrorista! Outras pessoas estão edificando ministérios, pessoas e igrejas, e o seu trabalho é explodi-las! Vocês batem a porta do Reino de Deus na cara das pessoas!
“…pois vós não entrais, nem deixais entrar os que estão entrando! Ai de vós, escribas e fariseus…”
E batistas, e presbiterianos, e luteranos, e episcopais, e arminianos, e calvinistas, e evangélicos! Ai de vocês, hipócritas!
“…porque rodeais o mar e a terra para fazer um prosélito…”
Vocês fazem um convertido!
“e, uma vez feito, o tornais filho do inferno duas vezes mais do que vós! Ai de vós, guias cegos…”
Cegos! Pessoas que memorizam o Pentateuco inteiro!
“…guias cegos, que dizeis: Quem jurar pelo santuário, isso é nada; mas, se alguém jurar pelo ouro do santuário, fica obrigado pelo que jurou! Tolos e cegos!”
Mas Jesus não disse para não chamar as pessoas de tolas? Sim, Ele disse. E nós devemos chamar apenas os tolos de tolos. Fazer isso requer discernimento.
“Pois qual é maior: o ouro ou o santuário que santifica o ouro? E dizeis: Quem jurar pelo altar, isso é nada; quem, porém, jurar pela oferta que está sobre o altar fica obrigado pelo que jurou. Cegos!”
“Você não pode me chamar de cego. Eu fui ao seminário!”
“Pois qual é maior: a oferta ou o altar que santifica a oferta? Portanto, quem jurar pelo altar jura por ele e por tudo o que sobre ele está. Quem jurar pelo santuário jura por ele e por aquele que nele habita; e quem jurar pelo céu jura pelo trono de Deus e por aquele que no trono está sentado. Ai de vós, escribas e fariseus, HIPÓCRITAS, porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho…”
Vocês dão dízimo até do restinho das especiarias! São devotados assim, legalistas assim! Vocês são comprometidos assim com o seu legalismo, a sua religião, a sua justiça própria, a sua lista de tarefas!
“e tendes negligenciado os preceitos mais importantes da Lei: a justiça, a misericórdia e a fé; devíeis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas! Guias cegos, que coais o mosquito e engolis o camelo!”
Culpados… enquanto condenam outros.
“Ai de vós, escribas e fariseus, HIPÓCRITAS, porque limpais o exterior do copo…”
Vocês são bonitos. Moças, vocês se maquiam. Rapazes, vocês arrumam o cabelo. Vocês abotoam a camisa e a põem dentro da calça. Vocês parecem maravilhosos para todo mundo, exceto para Deus, que vê o coração.
“…mas, por dentro, estão cheios de rapina e intemperança! Fariseu cego, limpa primeiro o interior do copo, para que também o seu exterior fique limpo! Ai de vós, escribas e fariseus, HIPÓCRITAS, porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que, por fora, se mostram belos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia! Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens…”
“Oh, impressionante! Ele memorizou versículos! Ele leu livros, até prestou atenção às notas de rodapé! Que gracinha!”
“…mas, por dentro, estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque edificais os sepulcros dos profetas, adornais os túmulos dos justos e dizeis: Se tivéssemos vivido nos dias de nossos pais, não teríamos sido seus cúmplices no sangue dos profetas!
Jesus está dizendo que há uma propensão dos que têm tendências farisaicas de ler a Bíblia e dizer: “Que pena que eu não estava lá; as coisas teriam sido diferentes. Eu queria ter sido Adão, eu queria ter sido Eva. Eu queria ter sido Judas; eu não teria feito aquilo.”
Não, você teria feito pior! E eu também.
“… Assim, contra vós mesmos, testificais que sois filhos dos que mataram os profetas. Enchei vós, pois, a medida de vossos pais. Serpentes, raça de víboras! Como escapareis da condenação do INFERNO?”
Esses caras são frequentadores de igreja, ensinam na escola dominical, memorizam livros da Bíblia, têm mestrado em teologia, escreveram livros, deram sua vida para ensinar a Escritura… E Ele diz: “De que jeito poderíamos salvar vocês do inferno?”
“Por isso, eis que eu vos envio profetas, sábios e escribas. A uns matareis e crucificareis; a outros açoitareis nas vossas sinagogas e perseguireis de cidade em cidade; para que sobre vós recaia todo o sangue justo derramado sobre a terra, desde o sangue do justo Abel…”
Nós todos estamos no legado de Caim.
“…até ao sangue de Zacarias, filho de Baraquias, a quem matastes entre o santuário e o altar.”
Jesus atira nos lobos. Jesus atira nos lobos. Alguns de vocês ficam muito frustrados porque querem ser tratados como ovelhas. Mas o problema é que agem como lobos. Alguns de vocês ficam muito preocupados quando um pastor, líder ou ministro atira em alguém. Você diz:
“Não devemos atirar em ninguém, nós devemos amar.”
Nós devemos amar as ovelhas. E devemos atirar nos lobos, porque amamos as ovelhas.

(extraído do site http://voltemosaoevangelho.com/blog/2011/12/mark-driscoll-cristaos-nunca-devem-usar-palavras-duras/ )

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s