Mulheres Posicionadas Cumprem o Propósito – Pra. Mariana Almeida

Na bíblia vemos diversas histórias, são pessoas que fizeram escolhas certas e erradas e temos o privilégio de ver o final de cada uma delas

Se a você fosse possível ver o final dos seus dias, será que você mudaria alguma coisa?

Pra nós é uma grande oportunidade ver o fim dos dias dos homens e mulheres da Bíblia e aprender com eles a escolher corretamente

Vamos falar de dois tipos de mulheres:

1 – Mulheres derrotadas, que erraram o alvo: Elas foram chamadas por Deus para um propósito, porém escolheram o caminho errado.

a) EVA (Gênesis 3): escolheu ser independente de Deus e de seu marido. Teve a possibilidade de viver a eternidade, porém escolheu liderar o maior desastre da história da humanidade.

Milhares de anos passados, porém a escolha de Eva tem afetado a humanidade até hoje.

Conseqüência: o fechar do desfrutar do jardim.

Toda vez que escolhemos na independência fechamos o jardim e colhemos conseqüências desagradáveis.

Qual tem sido sua escolha em relação ao seu marido?

b) MICAL (II Samuel 6): desprezou seu marido, quando ele conquistou algo em Deus, isso trouxe maldição para a vida dela.

Conseqüência: esterelidade

c) MULHER DE LÓ (Gênesis 9): não deveria olhar para trás e se apegar a nada, mas diante da oportunidade de recomeçar a vida em outro lugar, decidiu se apegar ao que ficou.

O nome dela nem foi mencionado na Bíblia, não se apegue a nada além do propósito de Deus para sua vida.

Conseqüência:  paralisou / engessou

O propósito de Deus para cada uma dessas mulheres tinha a ver com a eternidade, elas poderiam fazer parte de outro grupo de mulheres

Elas já fizeram sua escolha, mas hoje temos a possibilidade de ver a escolha e conseqüência e decidir fazer parte do segundo grupo

2 – Mulheres vencedoras, que escolheram agradar a Deus. Como elas venceram?

a) SARAH (Gênesis 18): ter filhos na sua época tinha um grande peso, as mulheres eram estimadas e consideradas quando tinham muitos filhos.

Sarah viveu a pressão de não tê-los durante 90 anos, podia ter se tornado uma depressiva, magoada com Deus.

Teve fé e escolheu crer na promessa de Deus, através dela o povo de Israel foi gerado. Toda vez que escolhemos a incredulidade somos incapazes de gerar.

Consequência: poder pra gerar

b) DÉBORA (Juízes 4): viveu num tempo onde os homens estavam distantes de Deus, porém escolheu buscar e seguir as orientações que Ele dava a ela.

Liderou com graça e caiu na graça do povo, o resultado da sua dependência foi a vitória na guerra e a libertação do seu povo.

Consequência: êxito em tudo o que se faz

c) MENINA CATIVA (II Reis 5): (II Reis 5: 1 – 15) ela era serviçal da esposa de Naamã, tinha sido tirado do seu contexto familiar, mas seu coração permanecia conectado em Deus.

Poderia ter escolhido as feridas e a insegurança, mas escolheu ser usado por Deus.

Consequência: liberar poder de Deus para cura de Naamã e expandir o Reino de Deus

d) ESTÉR (todo livro de Ester): uma judia órfã, que recebeu de um parente toda instrução. Teve ouvidos para ouvir e obedeceu a direção de Mordecai.

Jejuou 3 dias buscando orientação e força em Deus, uma decisão errada nesse momento custaria a vida do seu povo.

Consequência: foi a rainha mais importante que Israel já teve e até hoje sua escolha é celebrada.

e) JOQUEBEDE (Êxodo 2): foi mãe em tempo de crise. Passou pela pressão de ter que matar o seu filho, durante sua gestação.

Viu nele o propósito de Deus e por isso escolheu não matá-lo, escondeu-o por três meses através do poder de Deus. Depois disso decidiu colocá-lo em um cesto, e finalmente teve oportunidade de cuidar de seu próprio filho.

Quais são suas crises? Enfrente-as e vença em Deus.

Conseqüência: libertação de Israel do Egito

f) RAABE (Josué 2 e 6): não nasceu em berço evangélico e a Bíblia faz questão de nos chocar dizendo que ela era uma prostituta.

Ela tinha fé em Deus e sabia que Ele fazia milagres e era o único que poderia te dar uma oportunidade de viver. Foi estrategista, foi além do que podia, sabia o que queria e sabia que só Deus poderia dar.

Deus deu a ela o mesmo valor que deu a Joquebede e Sarah, colocando-a em meio aos heróis da fé e entrando na genealogia de Jesus.

Precisamos ter tino para o propósito de Deus.

Conseqüência: sua salvação e de sua família.

g) MARIA (Lucas 1): aceitou o desafio de ser mãe solteira. A palavra do anjo foi “salve agraciada”, pois Deus sabia que esse desafio seria uma crise pra ela.

Deus se assegurou de que ela tivesse a certeza de que Ele faria parte desse grande desafio, junto com ela. Ela abriu mão da sua reputação, pois viu o propósito trazendo para si a responsabilidade.

Consequência: resgate da humanidade.

O erro de Eva foi restituído em Maria

Quando escolhemos ser usados por Deus o Reino dele é estabelecido na vida das pessoas.

Eva abriu a brecha e Maria fechou.

A essas mulheres foi dada oportunidade, pressões, medos, conflitos, porém elas não tinham o Espírito Santo. Em Maria Deus dá uma nova oportunidade para as mulheres construírem uma história diferente.

Temos duas escolhas em todo tempo em nossas vidas, podemos escolher pelo caminho de Eva ou de Maria, qual é a sua?

Que Deus te abençoe!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s